De Martino Old Vines Series las Cruces Malbec - Carmenere - 2017 750ml

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Por: R$ 535,00ou X de

adicionar à wishlist

Unidades

-
+
restam poucas unidades
Imagem de teste Video

Você também pode gostar

Últimos vistos por você

Especificação

Descrição



















Conteúdo 750ml
Safra 2017
Tipo Tinto




Elaboração


A Malbec e a Carménère estão mescladas no vinhedo, em pé-franco, não irrigado e possui apenas 2,8 ha. As duas variedades são co-fermentadas de forma espontânea em tanques de inox e seguem para estágio em foudres de carvalho de 5.000 litros por 24 meses.















Uva 75% Malbec e 25 % Carmenere
Teor Alcoólico 13,5%
Amadurecimento Estagiou em foudres de carvalho por 24 meses.




Produtor


A história da família De Martino no Chile começa em 1934, quando o patriarca Pietro De Martino imigrou da Itália e se fixou no Vale do Maipo com o sonho de produzir vinhos de qualidade a partir dos solos pedregosos e clima mediterrâneo da região. Ao longo das últimas décadas, De Martino se tornou uma das mais importantes vinícolas do Chile, sendo a primeira a colocar no mercado e exportar um varietal de Carménère, e trabalhando nada menos que 347 diferentes vinhedos, de Itata, no extremo sul do país, até Elqui, na entrada do Atacama, e dos sopés dos Andes até a costa do Pacífico. Em 2011, uma decisão em conjunto do enólogo Marcelo Retamal, com a nova geração da família, composta por Marco Antonio De Martino e seu irmão Sebastián, aboliu o uso de barricas de carvalho novas, priorizando o uso de barricas usadas, foudres (tonéis grandes de madeira de 2.500 e 5.000 litros) e tanques de concreto, materiais que interferem menos na expressão da fruta. Uma decisão de risco, pois o mercado na época valorizava a forte presença do carvalho no vinho, e ao mesmo tempo de confiança e visão, uma vez que confiaram na expressão e identidade dos diferentes terroirs chilenos, que ditam a regra hoje.















País Chile
Região Valle De Cachapoal
Vinícola




Serviço










Temperatura de Serviço Servir à temperatura de 16°C




Impressões do Sommelier






















Apresentação A origem deste vinho é o Vale de Cachapoal. As uvas provêm de uma pequena vinha de apenas 2,8 hectares, plantada em 1956 e localizada na Cordilheira da Costa, em Pichidegua. A vinha não tem irrigação artificial (dry farm) raízes profundas, o sistema de condução é com poda dupla de Guyot, com densidade de 5.800 plantas por hectare. Solo é formado por granito decomposto e uma pequena parte de argila.
Notas de Prova Um tinto que prima pelo equilíbrio. Ao contrário da feição argentina, a Malbec aqui é menos invasiva, com fruta mais contida (ameixa e cereja negra maduras) e com toques terrosos, de violeta e toffee. Além do frutado fresco e puro, os taninos são firmes e formam o esqueleto deste tinto projetado para evoluir por mais de uma década.
Harmonização O bom equilíbrio do vinho permite uma série de combinações com proteínas. Carnes vermelhas grelhadas ou assadas, carnes de caça e embutidos são os melhores caminhos.


TipoTinto
PaísChile
RegiãoValle do Cachapoal
ProdutorDe Martino
UvaCarmenère, Malbec, Syrah
Volume750 ml
Sub-RegiãoValle de Cachapoal