Covella Trellis - Vinho Verde D.O.C. - 2018

Portugal - Vinho Verde, Baião | Quinta de Covela

Dica do Sommelier A Quinta de Covela pratica agricultura biológica em solos graníticos que formam um anfiteatro natural virado a sul. Um cenário de terraços plantados a baixa altitude na margem direita do rio Douro na zona austral da Região dos Vinhos Verdes (Minho). Inverno frio e verão quente e seco – na fronteira entre o clima continental do Vale do Douro e a influência marítima do Douro Litoral.

Impressão

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Por: R$ 240,00

Preço a vista: R$ 240,00

adicionar à wishlist

Unidades

-
+
restam poucas unidades
Imagem de teste Video

Você também pode gostar

Similares

Últimos vistos por você

Especificação

Sub-RegiãoVinho Verde, Minho
Descrição



















Conteúdo 750ml
Safra 2018
Tipo Branco




Elaboração


Vindima e seleção manual dos cachos. Desengace parcial seguido de suave esmagamento dos bagos. Fermentação alcoólica em lagar com pisa a pé. Prensagem em prensa vertical seguido de estágio durante 6 meses em barrica usada. Não filtrado. Não estabilizado. Pode criar depósito. Todas as operações seguiram as orientações do calendário biodinâmico.















Uva Avesso e Arinto
Teor Alcoólico 12,5%
Amadurecimento Estagio de 6 meses em barricas usadas.




Produtor


Ruínas de um solar renascentista, lagares e uma antiga capela são testemunhas da presença multissecular da Quinta da Covela, fundada no século XVI. Localizada entre a região do Minho e do Douro a propriedade de 49 hectares tem vista panorâmica para o rio e fica nas encostas de um anfiteatro com exposição sul. Beneficiada por um conjunto de características de geográficas, geológicas, climatológicas e humanas, o vinho passou a ser a principal atividade na propriedade no final dos anos 80, quando foi adquirida pelo empresário Nuno Araújo que investiu fortemente e criou a marca Covela.O papel de Nuno Araújo a frente da propriedade foi de suma importância, conquistou notoriedade nacional e internacional, com rótulos modernos e assemblages distintas. No ano de 2007, a propriedade conquistou o título de produtor biodinâmico desfrutando de importante posição na vanguarda vinhateira do país. Em 2011, depois de um breve período de abandono, ela reergueu-se com novos proprietários. Ciente da excelente reputação que marca Quinta da Covela deixou entre os enófilos, os empresários Tony Smith e Marcelo Lima adquiriram a propriedade e passaram então, por um processo de retomada, com Tony no comando em tempo integral e com toda a equipe recontratada. Atualmente a vinícola produz a linha Edição Nacional e o Rose com castas portuguesas autóctones e a linha Escolha e Reserva com castas locais e internacionais, o enólogo é Rui Cunha, que está envolvido neste projeto vínico desde o início, na década de 1990.















País Portugual
Região Minho
Vinícola Vinho Verde




Serviço










Temperatura de Serviço Servir à temperatura de 10°C




Impressões do Sommelier





















Apresentação A Quinta de Covela pratica agricultura biológica em solos graníticos que formam um anfiteatro natural virado a sul. Um cenário de terraços plantados a baixa altitude na margem direita do rio Douro na zona austral da Região dos Vinhos Verdes (Minho). Inverno frio e verão quente e seco – na fronteira entre o clima continental do Vale do Douro e a influência marítima do Douro Litoral.
Notas de Prova Cor ligeiramente dourada. Grande complexidade aromática, lembrando maçã, marmelo, frutas secas, flores brancas e amarelas e discreto toque vegetal. Em boca é seco, bem estruturado, com acidez e álcool equilibrados, mostra ainda delicados taninos, boa persistência pós gustativa.
Harmonização Experimente com pato assado, paella valenciana, massa com trufa.


ProdutorQuinta de Covela
UvaArinto, Avesso
TipoBranco
Volume750 ml
PaísPortugal
RegiãoMinho